quinta-feira, 3 de outubro de 2013

Triple Barrel Bluff no poker

Muitos jogadores ficam confuso na forma de jogar o river. Talvez esta seja a street mais difícil de se jogar, afinal o pote provavelmente já estará grande e as possibilidades de mãos formadas são gigantescas.
Geralmente os jogadores tendem a atirar duas vezes com seus draws em um semi-blefe, e quando erram o board, ficam sem saber o que fazer, imaginando se deveriam ou não atirar mais uma vez para tentar retirar o oponente da mão.
Em outros casos, o jogador tem uma leitura sólida de que o oponente está fraco, mas não tem a coragem para dar a “pancada” final e disparar o third barrel bluff.
Se você já se encaixou em alguma destas situações alguma vez jogando, estas dicas irão lhe ajudar a seguir uma linha mais sólida de como realizar o triple barrel bluff com uma precisão incrível.

O turn traz mais equidade para seu oponente, mas o river a retira

Esta é a situação mais comum quando você quer disparar o terceiro “tiro” como blefe. Frequentemente, você encontrará cartas no turn que darão obviamente uma equidade a seu oponente, geralmente estas cartas permitirão pedidas como open ended straight draws e gut-shot straight draws. Neste tipo de situação, diversas vezes seu oponente irá dar call no turn para perseguir tais draws com mãos como um par + gut-shot ou um pair + open ended, mas irão facilmente foldar sua mão ao primeiro sinal de agressão no river quando perderem esta equidade.
Um bom exemplo seria um board 9T4, quando o turn é um 7 ou um 8. Mãos como 89, quando encontram um 7 no turn se tornam um par + open ended straight draw, que darão call flop e turn, mas foldarão para um river blank como um 2. Em um turn 8, uma mão 78 será também um pair com um straight draw, JK e TJ irão sempre pagar turn e foldar river quando não melhorarem.

Seu possivel range fica mais forte, já o do seu oponente fica mais fraco

Muitas cartas no river como por exemplo overcards irão fortalecer seu range e enfraquecer o deu seu adversário. Como o agressor inicial, você deve ter mais cartas desse tipo em sua mão, então turn e river que trouxerem overcards no board farão o range de seu oponente no geral parecer mais fraco.
Por exemplo, você da raise pré-flop com 89s, e o flop vem J42. Você faz uma C-BET e seu oponente da call. O turn traz um T, você decide disparar com seu draw de sequencia, ele da call. Você neste momento o coloca em um Jx. O river traz um A e você decide atirar mais uma vez para fazê-lo foldar Jx. O motivo que faz o A ser uma boa carta é que muitas mãos do seu range de semi-blefe teriam acertado esse river. Você poderia ter KQ, AQ, AK, AJ em sua mão facilmente. Seria difícil para seu oponente imaginar uma mão como “air total” neste caso, e provavelmente irá foldar seu Jx grande parte das vezes.

Procure situações onde sua aposta não pareça um blefe

Você quer se aproveitar de situações onde seu oponente pense que você nunca estaria blefando, ou pelo menos que existam poquíssimas mãos em seu range de blefe. Vamos dizer que você de raise de uma posição inicial com 89s novamente, o flop vem A52 e você tem apenas um backdoor flush draw. Você fez a C-BET e recebe o call. O turn traz um 2 e te traz um flush draw. Neste momento você estaria desistindo com quase todo seu range de air, então decide apostar mais uma vez como semi-blefe com seu 89s, sua aposta parece muito forte e certamente seu oponente o colocará em um ás. Seu oponente pensa por um tempo e da call. O river é um blank que não acerta seu flush. Você pensa e sente que pode representar um range muito forte aqui. Você raramente blefaria neste spot, você aposta um bom valor de 3/4 do pote e seu oponente folda mãos como AJ facilmente e você recebe um ótimo pote.
Fonte:pokerdicas

Nenhum comentário:

Postar um comentário